Nossas Origens - Família Mendola - Da Sicília para o Brasil! Embarque conosco nesta viagem...

Ir para o conteúdo

Menu principal

Nossas Origens

Raízes

Nossas Origens


Nesta página você encontrará um resumo sobre nossas origens, ou seja, resumos mostrando as famílias de nossos pais, avós, bisavós e trisavós, bem como os nomes das regiões, províncias e cidades de origem de nossos antepassados. Procuramos dar maior ênfase em nossas pesquisas até nossos bisavós, porém, estamos deixando registradas também as informações adquiridas referentes aos nossos trisavós.

As cidades de nossos antepassados


As Províncias e Regiões de Origem de Nossos Antepassados


Dentre as famílias de nossos antepassados italianos, somente as famílias Mendola e Circo são originárias da Província de Agrigento, localizada na Região da Sicilia (sul da Itália). Todas as demais são originárias das Províncias de Verona, Treviso e Rovigo, localizadas na Região do Veneto (norte da Itália), de onde partiram para trabalhar nas fazendas do interior do Estado de São Paulo. As principais razões da imigração par o Brasil foram a situação crítica dos camponeses (pobreza presente nos campos) após a unificação da Itália e a propaganda que os aliciadores de mão-de-obra faziam do Brasil. Os fazendeiros paulistas precisavam de braços para cuidar do café após a abolição dos escravos (em 13/05/1888 foi sancionada a Lei Áurea pela Princesa Isabel, cujo nome completo era Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bourbon Bragança e Orléans) e tinham preferência pelos italianos oriundos da Região do Veneto, por serem agricultores e imigrarem acompanhados da família.

Com relação as famílias de nossos antepassados espanhóis, as mesmas são originárias da Província de Málaga, localizada na Região de Andalucía (sul da Espanha), de onde partiram para também trabalhar nas fazendas do interior do Estado de São Paulo. As principais razões da imigração para o Brasil foram a situação crítica dos camponeses (pobreza presente nos campos), as pretensões coloniais espanholas e o recrutamento militar obrigatório, fatores estes que estimulavam os homens jovens a saírem do país, uma vez que era necessário pagar uma alta taxa para se desobrigar do serviço militar, a qual os camponeses pobres não conseguiam pagar. Sendo a maioria dos camponeses analfabetos e sem qualificação para o trabalho fabril nos centros urbanos espanhóis, restava a esses indivíduos procurar uma nova vida na América. Clique sobre os mapas abaixo para verificar as províncias que compõe cada região.



Sicilia


Veneto


Andalucía



As Cidades de Origem de Nossos Antepassados



Ascendentes Italianos



Famílias Mendola e Circo

Nosso bisavô paterno, único integrante da família Mendola (ramo ao qual pertencemos) a imigrar para o Brasil nasceu e residia na cidade de San Biagio Platani, localizada na Província de Agrigento, Região da Sicilia. Nossa trisavó paterna integrante da família Circo (não imigrou para o Brasil) também nasceu e residia na cidade de San Biagio Platani. Após 40 anos de residência no Brasil, nosso bisavô paterno retornou para a Itália, indo residir na cidade de Aragona, localizada na Província de Agrigento, Região da Sicilia, onde faleceu e está sepultado.

.: San Biagio Platani - A superfície de seu território compreende aproximadamente 42 km², estando a uma altitude de 416 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 45 km de Agrigento, 88 km de Caltanissetta, 214 km de Catania, 129 km de Enna, 275 km de Messina, 124 km de Palermo, 181 km de Ragusa, 262 km de Siracusa e 218 km de Trapani. San Biagio Platani limita-se com as cidades de Alessandria della Rocca, Casteltermini, Cianciana, Sant'Angelo Muxaro e Santo Stefano Quisquina. A população do município está em torno de 4.172 habitantes. Lugares para se visitar em San Biagio Platani: Igreja Matriz dedicada a San Biagio e Igreja Carmine (ambas do século XVIII). Durante a Semana Santa, San Biagio Platani realiza o evento dos Arcos de Páscoa, um evento folclórico/religioso muito charmoso, que remonta ao século XVII.

.: Aragona - A superfície de seu território compreende uma área de 74 km², estando a uma altitude de 482 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 15 km de Agrigento, 63 km de Caltanissetta, 201 km de Catania, 104 km de Enna, 265 km de Messina, 114 km de Palermo, 151 km de Ragusa, 232 km de Siracusa, 183 km de Trapani. Aragona limita-se com as cidades de Agrigento, Campofranco (localizada na Província de Caltanissetta), Casteltermini, Comitini, Favara, Grotte, Joppolo Giancaxio, Sant'Angelo Muxaro e Santa Elisabetta. A população do município está em torno de 10.267 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de Caldare. Aragona destaca-se na agricultura pelo cultivo de amêndoas, azeitonas, trigo e pistácios, produtos estes expostos nas feiras típicas da cidade durante os meses de setembro e outubro. Lugares para se visitar em Aragona: Igreja Matriz, Igreja Mercede (ambas do século XVII) e Igreja do Purgatório (com sua escadaria majestosa). Um fenômeno vulcânico singular ocorre perto da cidade, em uma área livre de vegetação, onde ocorrem o surgimento de pequenos vulcões de lama esbranquiçada, que explodem constantemente por causa de bolhas de gás metano que aparecem na superfície. Os árabes chamaram esse fenômeno de "Macalube", que significa sedutor e surpreendente, para classificar este impressionante espetáculo da natureza. No passado, a cidade de Aragona foi um importante centro de extração de enxofre, possuindo várias minas em seu território.


Famílias Ravagnani e Bariani

Nossos antepassados integrantes das famílias Ravagnani e Bariani que imigraram para o Brasil, nasceram e residiam na cidade de Stienta, localizada na Província de Rovigo, Região do Veneto. Temos informações de que integrantes da família Ravagnani (pertencentes a outros ramos) que imigraram para o Brasil, são originários das cidades de Ceneselli, Castelmassa, Trecenta, Lendinara e Pontecchio Polesine.

.: Stienta - A superfície de seu território compreende aproximadamente 24 km², estando a uma altitude de 9 metros em relação ao nível do mar e desenvolveu-se localizada na margem esquerda do rio Pó, ao longo da estrada Regional 6, sendo seu território totalmente plano. A cidade está distante 347 km de Roma, 193 km de Milano, 506 km de Napoli, 215 km de Genova, 83 km de Venezia, 70 km de Verona e 773 km de Palermo. Stienta limita-se com as cidades de Bagnolo di Po, Castelguglielmo, Fiesso Umbertiano, Gaiba, Occhiobello e Ferrara (esta última localizada na Província de Ferrara, Região da Emilia-Romagna). A população do município está em torno de 3.199 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de Sabbioni-Zampine. Lugares para se visitar em Stienta: Centro histórico, Igreja de San Stefano (construída próxima ao rio Pó no final do século XVIII, conserva a venerada imagem do padroeiro), Villa Carmenini Bertelè (construída no século XVIII, é um exemplo clássico de uma casa de campo de época), Oratório de Nossa Senhora de San Genesio (construída no século XVII, está localizado em Sabbioni-Zampine e é freqüentemente visitado por peregrinos, que ali podem ver uma preservada imagem milagrosa de Nossa Senhora).


Famílias Cremon, Degliuomini, Bertassello e Beozzo

Nossos antepassados integrantes das famílias Cremon e Degliuomini que imigraram para o Brasil, bem como nossa trisavó materna integrante da família Beozzo (não imigrou para o Brasil), nasceram e residiam na cidade de Villa Bartolomea, localizada na Província de Verona, Região do Veneto. Nossa trisavó materna integrante da família Bertassello que imigrou para o Brasil, nasceu na cidade de Melara, localizada na Província de Rovigo, Região do Veneto e residia na cidade de Villa Bartolomea. Nosso trisavô materno integrante da família Degliuomini (não imigrou para o Brasil), nasceu na cidade de Bevilacqua, localizada na Província de Verona, Região do Veneto e residia na cidade de Villa Bartolomea.

.: Villa Bartolomea - A superfície de seu território compreende aproximadamente 53,23 km², estando a uma altitude de 14 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 48 km de Verona, 38 km de Rovigo, 50 km de Ferrara, 68 km de Padova, 56 km de Vicenza, 50 km de Mantova e desenvolveu-se compreendida entre o Rio Adige ao norte e o Rio Tartaro ao sul. Tem um relevo nivelado e em sua área sul, parte do território reentra nas porções dos Grandes Vales Veroneses. Villa Bartolomea limita-se com as cidades de Legnago, Castagnaro, Terrazzo, Castelnovo Bariano e Giacciano con Baruchella (estas duas últimas localizadas na Província de Rovigo). O município faz ligação com Verona (capital da província) através da Rodovia Transpolesana e da Estrada Rodigina, possuindo também uma estação ferroviária (Rovigo/Verona) e uma eficiente linha de ônibus (A.P.T.). A população do município está em torno de 5.384 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Carpi d'Adige, Spinimbecco e San Zeno in Valle. Lugares para se visitar em Villa Bartolomea: Igreja de San Bartolomeo Apostolo, Villa Viero-Panziera-Ghedini, Villa San Bonifacio-Milone, Campanário de Carpi, entre outros.

.: Melara - A superfície de seu território compreende aproximadamente 18 km², estando a uma altitude de 13 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 29 km de Villa Bartolomea, 44 km de Verona, 47 km de Rovigo, 66 km de Padova, 61 km de Vicenza, 98 km de Venezia, 106 km de Treviso, 144 km de Belluno. Seu território é o mais ocidental da Província de Rovigo e está situado na área de divisa das Províncias de Mantova, Verona e Rovigo. Melara limita-se com as cidades de Bergantino, Cerea (localizada na Província de Verona), Borgofranco sul Po e Ostiglia (estas duas últimas localizadas na Província de Mantova, Região da Lombardia). A população do município está em torno de 1.803 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de Santo Stefano. Lugares para se visitar em Melara: Igreja de San Materno, Oratorio de Santo Stefano, Villa Borghi Leati, Villa Patrizia, Monumento de Amos Bernini, entre outros.


.: Bevilacqua - A superfície de seu território compreende aproximadamente 12 km², estando a uma altitude de 14 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 16 km de Villa Bartolomea, 50 km de Verona, 52 km de Rovigo, 55 km de Padova, 51 km de Vicenza, 112 km de Venezia, 128 km de Treviso, 203 km de Belluno. Seu território está localizado nos vales da área conhecida como Baixa Veronese, ao longo da rodovia SR 10, na fronteira com a Província de Padova, separado por um longo trecho junto ao rio Fratta. Bevilacqua limita-se com as cidades de Boschi Sant'Anna, Minerbe, Terrazzo, Montagnana e Urbana (estas duas últimas localizadas na Província de Padova). A população do município está em torno de 1.758 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de Marega. Lugares para se visitar em Bevilacqua: Igreja de Sant'Antonio Abate, Antigo Prédio do Correio de Bevilacqua, Castelo de Bevilacqua, entre outros.


Famílias Della Colletta e Gava

Nosso bisavô materno integrante da família Della Colletta que imigrou para o Brasil, nasceu e residia na cidade de Mansuè, localizada na Província de Treviso, Região do Veneto. Nosso trisavô materno integrante da família Della Colletta (não imigrou para o Brasil), nasceu na cidade de Serravalle (atual cidade de Vittorio Veneto), localizada na Província de Treviso, Região do Veneto e residia na cidade de Mansuè. Nossa trisavó materna integrante da família Gava que imigrou para o Brasil, nasceu provavelmente na cidade de San Fior, localizada na Província de Treviso, Região do Veneto e residia na cidade de Mansuè. Temos informações de que integrantes da família Della Colletta (pertencentes a outros ramos) que imigraram para o Brasil, são originários das cidades e distritos (frazioni) de Mansuè (Distrito de Basalghelle), Vittorio Veneto (Distrito de San Giacomo di Veglia), Conegliano (Distrito de Scomigo), Cordignano e San Fior (Distritos de San Fior di Sotto).

.: Mansuè - A superfície de seu território compreende aproximadamente 26,94 km², estando a uma altitude de 17 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 143 km de Verona, 149 km de Rovigo, 183 km de Ferrara, 108 km de Padova, 93 km de Vicenza, 182 km de Mantova, 35 km de Treviso e desenvolveu-se compreendida na região localizada próxima a divisa da Província de Treviso com a Região de Friuli-Venezia Giulia, atrás do Rio Livenza, sendo cruzada pelos cursos de água do Rosego e da Fossa. Mansuè limita-se com as cidades de Gorgo al Monticano, Oderzo, Fontanelle, Gaiarine, Portobuffolè, Prata di Pordenone e Pasiano di Pordenone (estas duas últimas localizadas na Província de Pordenone, Região de Friuli-Venezia Giulia). A população do município está em torno de 4.007 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de Basalghelle. Lugares para se visitar em Mansuè: Igrejas de Santo Mauro e Macario/Cornarè, Igreja Paroquial de Mansuè (construída em 1708), Villa Carmen Frova hoje Tomasella, Villa Parpinelli hoje Setten, Villa Arrigoni, Villa Calzavara, Villa Carretta, Villa Soldi e Villa Aganoor.

.: Vittorio Veneto - A superfície de seu território compreende aproximadamente 83 km², estando a uma altitude de 138 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 168 km de Verona, 139 km de Rovigo, 172 km de Ferrara, 99 km de Padova, 105 km de Vicenza, 215 km de Mantova, 45 km de Treviso, 32 km de Mansuè, 13 km de Godega di Sant'Urbano, 20 km de Codognè e foi fundada em 1866 em função da união das cidades de Ceneda e Serravalle, recebendo primeiramente o nome de Vittorio, uma homenagem ao rei da Itália Vittorio Emanuele II, sendo que em 1923 o nome da cidade foi alterado para Vittorio Veneto. Seu território é o maior da província, sendo caracterizado pela presença de colinas e montanhas por estar próximo dos Pré-Alpes, que o separam dos vales de Valbelluna e Alpago. Vittorio Veneto limita-se com as cidades de Cappella Maggiore, Colle Umberto, Conegliano, Fregona, Revine Lago, San Pietro di Feletto, Tarzo, Alpago, Belluno e Limana (estas três últimas localizadas na Província de Belluno, Região do Veneto). A população do município está em torno de 28.232 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Borgo Brigola, Carpesica, Cozzuolo, Formeniga, Manzana, San Floriano, San Giacomo di Veglia e San Lorenzo. Lugares para se visitar em Vittorio Veneto: Museu da Batalha, Castelo de San Martino, Piazza Flaminio, entre outros.

.: San Fior - A superfície de seu território compreende aproximadamente 18 km², estando a uma altitude de 50 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 119 km de Verona, 107 km de Rovigo, 135 km de Ferrara, 67 km de Padova, 76 km de Vicenza, 149 km de Mantova, 28 km de Treviso, 15 km de Mansuè, 3 km de Godega di Sant'Urbano, 6 km de Codognè e desenvolveu-se compreendida na região localizada próxima a divisa da Província de Treviso com a Região de Friuli-Venezia Giulia. Localiza-se ao leste da cidade de Conegliano. San Fior limita-se com as cidades de Codognè, Colle Umberto, Conegliano, Godega di Sant'Urbano e San Vendemiano. A população do município está em torno de 5.692 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de San Fior di Sopra, San Fior di Sotto e Castel Roganzuolo. Lugares para se visitar em San Fior: Igreja Arcipretale de San Giovanni Battista, Igreja Castel Roganzuolo, Villa Lucheschi, Capela Cadorin-Soldi, Tumba da Beata Mastena, entre outros.


Famílias Minatel e Arnosti

Nossa bisavó materna integrante da família Minatel que imigrou para o Brasil, nasceu e residia na cidade de Godega di Sant'Urbano, localizada na Província de Treviso, Região do Veneto. Nosso trisavô materno integrante da família Minatel que imigrou para o Brasil, nasceu na cidade de Sarmede, localizada na Província de Treviso, Região do Veneto e residia na cidade de Godega di Sant'Urbano. Nossa trisavó materna integrante da família Arnosti que imigrou para o Brasil, nasceu na cidade de Colle Umberto, localizada na Província de Treviso, Região do Veneto e residia na cidade de Godega di Sant'Urbano. Temos informações de que integrantes da família Minatel (pertencentes a outros ramos) que imigraram para o Brasil, também são provenientes das cidades de Godega di Sant'Urbano e Sarmede.

.: Godega di Sant'Urbano - A superfície de seu território compreende aproximadamente 25 km², estando a uma altitude de 52 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 122 km de Verona, 106 km de Rovigo, 135 km de Ferrara, 70 km de Padova, 79 km de Vicenza, 151 km de Mantova, 31 km de Treviso, 16 km de Mansuè e desenvolveu-se compreendida na região localizada próxima a divisa da Província de Treviso com a Região de Friuli-Venezia Giulia. Localiza-se ao leste da cidade de Conegliano. Godega di Sant'Urbano limita-se com as cidades de Codognè, Colle Umberto, Cordignano, Gaiarine, Orsago e San Fior. A população do município está em torno de 5.870 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Bibano e Pianzano. Lugares para se visitar em Godega di Sant'Urbano: Igreja Campestre de S. Baggio di Baver, Caminho Naturalístico S. Bartolomeo, Villa Lucheschi, entre outros.

.: Sarmede - A superfície de seu território compreende aproximadamente 18 km², estando a uma altitude de 103 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 179 km de Verona, 146 km de Rovigo, 176 km de Ferrara, 103 km de Padova, 138 km de Vicenza, 221 km de Mantova, 49 km de Treviso, 8 km de Godega di Sant’Urbano e desenvolveu-se compreendida na região localizada próxima a divisa da Província de Treviso com a Região de Friuli-Venezia Giulia. Localiza-se ao norte da cidade de Cordignano. Sarmede limita-se com as cidades de Cappella Maggiore, Cordignano, Fregona e Caneva (esta última localizada na Província de Pordenone, Região de Friuli-Venezia Giulia). A população do município está em torno de 3.086 habitantes, considerando-se os Distritos (Frazioni) de Montaner e Rugolo. Lugares para se visitar em Sarmede: Igreja Madonna di Val, Igreja de Sant’Antonio, Caminho Santo, entre outros.

.: Colle Umberto - A superfície de seu território compreende aproximadamente 14 km², estando a uma altitude de 145 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 172 km de Verona, 134 km de Rovigo, 163 km de Ferrara, 99 km de Padova, 126 km de Vicenza, 206 km de Mantova, 37 km de Treviso, 7 km de Godega di Sant’Urbano e desenvolveu-se compreendida na região localizada próxima a divisa da Província de Treviso com a Região de Friuli-Venezia Giulia. Localiza-se a oeste da cidade de Cordignano. Colle Umberto limita-se com as cidades de Cappella Maggiore, Conegliano, Cordignano, Godega di Sant'Urbano, San Fior e Vittorio Veneto. A população do município está em torno de 5.111 habitantes, considerando-se o Distrito (Frazione) de San Martino. Lugares para se visitar em Sarmede: Igreja de San Tommaso, Centro Comercial Colle Umberto, Villa De Nadai, Villa Ninetta Lucheschi, entre outros.




Ascendentes Espanh
óis


Famílias Fernandez, Romero, Gordillo e Palomo

Nossos antepassados integrantes das famílias Fernandez, Romero, Gordillo e Palomo que imigraram para o Brasil, nasceram e residiam na cidade de Valle de Abdalajís, localizada na Província de Málaga, Região de Andalucía.

.: Valle de Abdalajís - A superfície de seu território compreende aproximadamente 21 km², estando a uma altitude de 358 metros em relação ao nível do mar, sendo que o mesmo está situado ao sul da Comarca de Antequera e ao norte do Valle del Guadalhorce. A cidade está distante 22 km de Antequera, 59 km de Málaga, 124 km de Granada, 493 km de Madrid e 961 km de Barcelona. Valle de Abdalajís limita-se com as cidades de Antequera e Álora. A população do município está em torno de 2.603 habitantes. Lugares para se visitar em Valle de Abdalajís: Igreja Matriz dedicada a San Lorenzo, Capela Cristo de La Sierra, Mirante del Gangarro, entre outros. A cidade é conhecida como a "capital do voo" graças a sua privilegiada posição geográfica (em torno da Serra de Abdalajís), sendo um dos melhores lugares para a prática de voo livre com parapente e asa delta.





Ascendentes Brasileiros



Famílias Mendola, Fernandez, Cremon e Della Colletta

Nossos ascendentes diretos (pais e avós paternos/maternos) integrantes das famílias Mendola, Cremon, Fernandez e Della Colletta que nasceram no Brasil, são provenientes das cidades de Jaú, Nhandeara, Corumbataí e Ibirá, todas localizadas no Estado de São Paulo.

.: Jaú - O município é um importante pólo regional de desenvolvimento industrial e agrícola, destacando-se pela grande quantidade de fábricas de sapatos femininos, sendo conhecida como a capital do calçado feminino. A cidade foi fundada em 15 de agosto de 1853, seu gentílico é jauense e seu lema "Ibicá Re Ig" (Rio Que Leva Para a Terra Boa). A superfície do território de Jaú compreende aproximadamente 688,337 km², estando a uma altitude de 541 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 296 km da cidade de São Paulo. Jaú limita-se com as cidades de Bocaina, Dourado, Dois Córregos, Pederneiras, Itapuí, Bariri, Barra Bonita, Mineiros do Tietê e Macatuba. A população do município está em torno de 144.828 habitantes (base IBGE 2016). O município também se orgulha de ter sido o berço do aviador João Ribeiro de Barros, pioneiro na travessia aérea do Atlântico Sul (sem escalas), realizada no dia 28 de abril de 1927, a bordo do hidroavião Jahu.

.: Nhandeara - O município teve seu auge econômico na década de 30 quando a população, proibida de plantar café (crise de 1930/1932), dedicou-se ao plantio de algodão, transformando a região numa das maiores produtoras de algodão do mundo (por hectare), com investimentos na indústria, principalmente no beneficiamento de algodão (Companhia Anderson Clayton). A cidade foi fundada em 24 de junho de 1928 e seu gentílico é nhandearense. A superfície do território de Nhandeara compreende aproximadamente 437,420 km², estando a uma altitude de 525 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 508 km da cidade de São Paulo. Nhandeara limita-se com as cidades de Floreal, Magda, Gastão Vidigal, Votuporanga, Monte Aprazível, Sebastianópolis do Sul, Monções e Macaubal. A população do município está em torno de 11.351 habitantes (base IBGE 2016).

.: Corumbataí - O nome do município foi dado em alusão ao rio Corumbataí, importante manancial de água que drena seu território. A cidade foi fundada em dezembro de 1826 e seu gentílico é corumbataiense. A superfície do território de Corumbataí compreende aproximadamente 278.143 km², estando a uma altitude de 608 m em relação ao nível do mar. A cidade está distante 202 km da cidade de São Paulo. Do ponto de vista logístico, Corumbataí possui uma das rodovias de grande importância no Estado de São Paulo a Rodovia Washington Luiz (SP-310), cortando sua extensão territorial, possibilitando uma ligação direta com o Sistema Anhanguera/Bandeirantes, um importantíssimo corredor logístico do estado. Corumbataí limita-se com as cidades de Analândia, Itirapina, Leme, Rio Claro e Santa Cruz da Conceição. A população do município está em torno de 4.045 habitantes (base IBGE 2016).

.: Ibirá - O município é um dos 11 municípios paulistas considerados estâncias hidrominerais pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por lei estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional e adquirem também o direito de agregar junto a seu nome o título de Estância Hidromineral, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais. A cidade foi fundada em 12 de dezembro de 1921 e seu gentílico é ibiraense. A superfície do território de Ibirá compreende aproximadamente 270,748 km², estando a uma altitude de 446 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 420 km da cidade de São Paulo. Ibirá limita-se com as cidades de Potirendaba, Cedral, Uchoa, Catanduva, Catiguá, Elisiário e Urupês. A população do município está em torno de 11.980 habitantes (base IBGE 2016).





Nossa Cidade Natal



Família Mendola


Somos todos provenientes da cidade de Santo André, localizada no Estado de São Paulo, nossa terra natal.


.: Santo André - Município localizado na Região Metropolitana de São Paulo, integrando um grupo de municípios conhecidos como Região do Grande ABC. A cidade foi fundada em 8 de abril de 1553, seu gentílico é andreense e seu lema "Paulistarum Terra Mater" (Terra-Mãe dos Paulistas). O nome do município remonta à antiga Vila de Santo André da Borda do Campo, que existiu na Região do Grande ABC. Esta vila foi fundada pelo explorador português João Ramalho, que se uniu à índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá, da tribo dos Guaianases. Em 8 de abril de 1553, o seu pedido de transformar a região em que vivia em vila foi atendido pelo governador-geral Tomé de Sousa. A superfície do território de Santo André compreende aproximadamente 174,840 km², estando a uma altitude de 700 metros em relação ao nível do mar. A cidade está distante 18 Km da cidade de São Paulo. Santo André limita-se com as cidades de São Paulo, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Mogi das Cruzes, Santos, Cubatão, São Bernardo do Campo, Diadema e São Caetano do Sul. A população do município está em torno de 712.749 habitantes (base IBGE 2016).

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal